A aparição da noiva com o seu vestido sempre será um dos momentos mais marcantes do casamento. Meses antes da cerimônia, a procura pelo vestido ideal é cheia de preocupações, afinal, ele precisa transmitir toda a felicidade daquele dia e ainda representar a personalidade da noiva.

Deixar a noiva em evidência na cerimônia é uma tradição que acontece desde a Grécia Antiga, quando a noiva precisava utilizar a cor branca em toda a vestimenta e uma coroa de flores e entrar com uma tocha em homenagem ao Deus do Casamento, Himeneu, invocado também nas noites de núpcias. O véu foi implementado nessa época para proteger a dama de qualquer cobiça dos homens e inveja de outras famílias.

Na Idade Média, os bordados eram predominantes nos vestidos de casamento da nobreza, que normalmente eram coloridos para esconder a sujeira e serem utilizados em outros eventos. Foi a rainha Vitória, do Reino Unido, que trouxe a tendência do vestido de casamento de cor branca, popular entre a nobreza e a classe alta. Sua peça foi construída com cetim, bordados, saia volumosa e detalhes com flores de laranjeira.

O simbolismo dessa cor até hoje remete à pureza e à tranquilidade para a vida futura do casal. Mas, na modernidade, a escala de cores varia desde os avermelhados até os pretos. Porém, o que realmente predomina além do branco são os tons pastéis e nude.



Os mais lindos vestidos de casamento de 2016

As tendências da moda se renovam a cada ano e 2016 promete muita elegância. Com tantos casamentos aparecendo na mídia e diversas opiniões de amigos e familiares, fica até difícil escolher o modelo certo. Mas há modos de avaliar qual é o melhor modelo para seu corpo e qual formato mais lhe agrada.

O estilo sereia possui saia que é para a mulher que adora ousar e quer ter seu corpo mais delineado. Ele favorece mulheres altas e longilíneas e pode até dar uma encorpada, porque é justo até o quadril e abre mais perto do joelho. A sensualidade fica bastante evidente nesse modelo e é, com certeza, um visual bem marcante para a cerimônia.

Para as noivas que gostam desse estilo, mas evitam peças muito justas, podem recorrer ao semi-sereia, com tecidos encorpados ou variações de renda. Ele abre perto das coxas e não enaltece tanto os quadris quanto o primeiro. Esse modelo pode até emagrecer e ainda ajuda a alongar as mulheres, principalmente quando acoplado a uma cauda.

Os rodados são bastante comuns e lembram as princesas, porque as saias possuem releituras das rainhas de antigamente. São bem românticos e podem ser usados tanto de dia quanto de noite. Além disso, eles são versáteis, porque a parte de cima funciona como um corpete que modela o corpo e a cauda é uma ótima acompanhante do modelo.

Outro modelo é o godê com saias mais cheias, porém com corte diferenciado, chamado de atravessado. Existem dois tipos, o godê simples, que possui uma saia menos volumosa e afina a silhueta, e o godê duplo, com uma saia bem mais ampla. Os tecidos podem ser variados e dar um ar de romantismo.

Quem precisa de mais volume com certeza ficará feliz com o estilo fuchô, que, além de tecidos volumosos, possui repuxos para armar o vestido ainda mais. A saia começa a ficar ampla a partir do quadril, o que ajuda todo tipo de corpo a ficar mais esbelto.

Por fim, os modelos evasês, que podem ser com saias amplas ou mais secas, ficam bem em todo tipo de noiva por não ter divisória entre a cintura e o resto do vestido. Eles são geralmente bordados com rendas que caem levemente da parte de cima para a saia ou bordados na barra bem sofisticados.

Modelos de vestido de casamento de 2016

Os desfiles focaram principalmente nos modelos sereia, semi-sereia, evasês e tomara que caia na parte de cima. A transparência é um detalhe que aparece junto com a renda em uma mistura sofisticada nos decotes tanto na frente quanto nas costas.

A renda aparece em outra projeção. Além dos florais bastante comuns e lindos, o poá se torna presente nas costas de forma discreta, garantindo transparência, e as pedrarias se juntam aos tules e rendas para tornar o visual ainda mais chique.

A mistura de tecido continua forte, além de diferentes rendas no corpo, manga e saia, a parte de cima pode ficar perfeita com tecidos diferenciados, principalmente para as meninas que preferem mostrar o detalhe apenas na parte da barriga e seios, deixando a simplicidade na parte de baixo.

O tomara que caia aparecerá de todas as formas, em decote coração, renda ou marcado na costura. Ele combina com qualquer tipo de saia e é ótimo para mulheres com pouco seio. As mangas são vistas em muitos modelos, principalmente com a presença do tule e das rendas.

Casamentos extremamente religiosos pedem modelos com mais cobertura. Por isso, as noivas podem aproveitar os diferentes tipos de mangas e golas, que podem ser de renda ou até mesmo do próprio tecido do vestido.

Os vestidos mais curtos na parte da frente são ótimos para as mulheres que desejam retirar a saia longa depois da cerimônia para aproveitar melhor a festa ou para as que gostam de exibir o corpo de forma sedutora.

A Feira da Noiva oferece todas as tendências encontradas nas lojas da Rua das Noivas, com desfiles, estilistas e consultores para tirar qualquer dúvida sobre seu vestido. O evento acontece todo domingo no showroom do Espaço São Caetano Noivas, na Avenida Prestes Maia, 940.