O vestido de noiva possui diversas heranças culturais, desde a Roma Antiga. Alguns modelos são releituras de outras épocas, principalmente quando falamos do estilo princesa, com corpete e saia volumosa, muito comum entre a realeza na época renascentista, por exemplo.

O uso do branco nem sempre foi tradição nos casamentos. Em muitas épocas, o colorido era o mais convencional por esconder sujeiras e ser mais facilmente reutilizado em outras ocasiões. No século XVI, o preto era padrão nos vestidos por simbolizar seriedade, o que também foi trazido ao Brasil em 1910 pela cultura alemã. Na Espanha, o vermelho era o mais comum, afinal a noiva sempre precisaria chamar a atenção na data tão especial.

A cor branca foi implementada devido à religião em alguns países, para simbolizar a pureza da mulher e a tranquilidade futura dos noivos. Na Roma Antiga, o vestido era um elemento crucial de atos religiosos durante a cerimônia. Já no Egito, deveria ser a cor padrão para muitos casamentos. Na Grécia, o véu fazia parte da preservação da mulher, em cobrir seu rosto contra inveja e cobiça dos outros homens pela sua beleza.

A tendência da cor clara surgiu mesmo como tendência com a rainha Vitória, do Reino Unido, em 1840, quando se casou com o príncipe Albert com um vestido branco (para ser diferente das outras noivas) com detalhes de flores de laranjeira. A questão política também fez parte de sua escolha, porque muitos artesãos estavam sem emprego por conta do desenvolvimento industrial e da mecanização. Assim, a rainha pediu que seu vestido fosse bordado à mão durante meses.

O uso do buquê de flores brancas também é parte da moda que a rainha lançou, isso sem mencionar seu lindo véu. É claro que o modelo foi inspiração para o casamento de muitas mulheres da nobreza: corpete, rendas, saia armada, cor branca e muitos detalhes glamourosos.

Os modelos de vestido de noiva tipo princesa

O que deve ser levada em conta na hora da escolha do vestido é a personalidade da noiva e o seu tipo físico. A peça também deve deixá-la confortável durante toda a cerimônia e a festa. Alguns modelos se tornaram clássicos, como o vestido princesa, que remete aos tempos antigos em que as rainhas e suas filhas vestiam peças volumosas, acinturadas e chiques.

Na atualidade, pode-se dizer que três tipos de vestidos entram no na seção “princesa”. As famosas saias rodadas ainda são extremamente usadas pelas noivas e perfeitas para mulheres jovens que desejam marcar bem a cintura com o corpete, ficar com aparência romântica, corpo esbelto e visual marcante. As mulheres que desejam disfarçar alguma parte do corpo podem optar pela saia com volume começando mais perto do quadril, o que alongará a parte de cima do corpo.

A cauda também pode ser acrescentada ao modelo, seja a mais curta, seja a varre-chão, variando conforme o local do casamento e o horário da realização. O lado positivo dessas saias é que a parte de cima pode ser de diversas formas, com decote coração, canoa ou tomara que caia.

O estilo godê possui saias volumosas, porém com um corte atravessado, para dar um ar de elegância. O interessante é que nesse modelo a noiva pode escolher quão cheia deseja que a saia seja, com um godê simples, sem gomos e que se abre suavemente a partir do quadril; ou o godê duplo, com saia bastante ampla e tecido mais encorpado.

Escolher o modelo evasê é outra forma de parecer uma princesa, porque as saias também podem ser amplas ou mais secas, porém com um corte mais dramático e geralmente acompanhado de uma longa cauda. Não há costura na cintura, retirando a divisão marcada da região para afinar ainda mais a silhueta. É um ótimo estilo para as noivas muito magras que querem deixar o corpo mais delineado. O modelo geralmente vem acompanhado de detalhes na horizontal, babados ou barras bordadas.

As saias mais cheias são perfeitas para as mulheres que desejam utilizar dois tipos de vestido: o longo para a cerimônia e o curto para a festa. Assim, o segundo ficará escondido embaixo da saia mais longa, que pode ser retirada apenas no momento certo, o que é muito mais fácil do que escolher e comprar dois vestidos. Mas é claro que tudo depende do local da festa e de como a noiva quer estar no seu dia. Afinal, o vestido varia com a personalidade da noiva e o estilo do casamento.

Alugue ou compre seu vestido de noiva princesa

A Feira da Noiva une as mais tradicionais lojas da famosa Rua das Noivas, oferecendo diversas opções de vestidos. Com desfiles e uma boa música, o evento permite que a noiva experimente os modelos e receba a ajuda de um consultor e um estilista para tirar suas dúvidas e entender qual é a opção que mais lhe favorece.

O local também é destinado para auxiliar nos serviços de buffet, decoração da igreja, doces finos e bolo, produção de fotos e filmagem, roteiros para lua de mel, lembrancinhas, convites, alianças e muito mais. Os visitantes podem ainda saborear um delicioso coquetel de canapés e salgados.

A Feira da Noiva é um evento permanente, que é realizado todos os domingos, das 10h às 19h, no showroom do Espaço São Caetano Noivas, em São Paulo. Quem visitar o local, concorre a prêmios e ainda não gasta nada com entrada e estacionamento.

Aprecia os diversos modelos e alugue ou compre seu vestido de noiva princesa na Feira da Noiva, com os detalhes e as medidas que você deseja. Aproveite para organizar seu casamento e sua festa com os serviços oferecidos em um só lugar.